Poeta Rodolfo Ataíde distribui poemas pelas ruas de Ribeirão das Neves
11/02/2021 16:58 em Novidades

Poeta Rodolfo Ataíde distribui poemas pelas ruas de Ribeirão das Neves

 

 

Poeta e fotógrafo residente em Ribeirão das Neves, Rodolfo Ataíde realiza ação que contribui para o estímulo e acesso à leitura, através da produção e distribuição de 15.000 (quinze mil) postais com poesias e imagens, todas de autoria do artista, que serão distribuídas gratuitamente pela cidade em espaços públicos e pontos comerciais da cidade.  Ataíde escolheu três poemas para ação, sendo eles “Minha história brasileira", “O corpo e a cidade” e “A construção do futuro” compondo uma trilogia que remete ao passado, presente e futuro das pessoas negras no Brasil. As obras trazem referências históricas do período colonial, reflexões sobre a sociedade atual na perspectiva do homem negro e do afrofuturismo.

A utilização do cartão postal como formato permite ao autor unificar a poesia, fotografia e o designer para proporcionar ao leitor uma experiência literária diferente e acessível aos mais variados perfis de público.

“Pensar sobre as perspectivas de futuro sob a ótica das pessoas negras requer uma visita constante ao passado e mudanças de paradigmas do presente, pois as representações dos imaginários de futuro tão comum no cinema, na música e na literatura não incluem os negros ou ainda visualizam como subalternos, salvo raras exceções”, reflete o poeta.

Para lançar oficialmente o projeto, Rodolfo fará uma live em sua página do facebook onde compartilhará poesias, processos e construções que resultaram no projeto. Sexta-feira, dia 12/02, a partir das 19h no @rodolfoataide.

 

A distribuição dos postais faz parte do projeto “Imaginário do homem preto” financiado com os recursos da lei Aldir Blanc de Ribeirão das Neves.

Intelectualidade negra e o futuro

Pensando na poesia como forma de estabelecer pontes e encurtar a distância que existe no imaginário das pessoas em relação às letras, Rodolfo Ataíde aposta num formato de poesias curtas, distribuídas nas ruas. “É um projeto que eu sempre quis executar, penso que é importante estabelecer um contato com as pessoas através da poesia, mas de forma diferente, algo que extrapole o livro e as redes sociais. As pessoas estão acostumadas a receber tantas coisas pelas ruas, mas nunca vi poesias sendo distribuídas por aqui. Acredito que essa pode ser uma ponte importante entre as pessoas e a leitura, pode ser o passo inicial para muita gente”, avalia.

Além disso o artista fala da importância da identificação que sua obra pode provocar, ao fazer com que pessoas que vem da mesma realidade percebam que aquela produção não está restrita a determinados círculos sociais.

“Eu não tive referências literárias próximas na minha infância e nem na adolescência, não encontrava nenhum escritor ou escritora que narrava aquilo que eu vivia e então não me encaixava no universo da poesia, por isso quero aproximar a minha arte das pessoas comuns da minha cidade e mostrar para elas que qualquer pessoa pode ser leitora ou até mesmo escritora, a poesia não é somente para uma certa "elite intelectual. Não existem muitas políticas de incentivo a leitura para as pessoas mais pobres, apesar de ser essencial para o desenvolvimento da população, por isso eu tento contribuir com o que eu posso para tentar viabilizar esse contato das pessoas com a leitura”, conclui.

 

SERVIÇO

Rodolfo Ataíde - Poesias Imaginário do homem preto

Onde: Live de lançamento no facebook: @rodolfoataide.

Quando: Sexta-feira, dia 12/02, a partir das 19h no

Contato:

Rodolfo Ataíde - 55 31 98588-3184

 

Assessoria de Imprensa

Aclive Comunicação e Projetos

31 97527-0892

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!