Volume
Redes
Sociais
Avião da Chapecoense
29/11/2016 - 6h54 em Esporte

Por Lena Alves

URGENTE

O chefe de polícia de Antioqui José Acevedo  confirmou que 76 pessoas morreream na queda do avião que transportava a equipe da Chapecoense nessa madrugada rumo á Medellín, onde disputaria  a primeira partida da  final da Copa Sul-Americana. Uma vitíma que estava sendo socorrida morreu a caminho do hospital.  Imprensa e aviação colombiana informaram no início da madrugada desta terça-feira que o avião com 81 passageiros sofreu um grave  acidente caindo  em local de difícil acesso. A madrugada foi de muita angustia para familiares que buscavam a todo tempo por informações.  Baixa visbilidade dificulta buscas. A rede de "TV Caracol", afirmou que a aeronave sobrevoava as cidades de La Ceja e Abejorral quando perdeu contato com a torre de controle do aeroporto de Rionegro.  As primeiras informações revelaram que 72 passageiros e nove tripulantes estavam na aeronave, confirmadas em nota do aeroporto local no início da manhã de hoje (29). Uma equipe de TV, da Fox Sports e afiliadas da Globo e outros profissionais da imprensa esportiva também estavam entre os passageiros. Além dos jogadores e  imprensa,   comissão técnica, funcionários, diretoria, ex-presidentes e torcedores também embarcaram. O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, que embacaria neste voo está em  São Paulo e  iria nesta terça para a Colômbia em outro voo comercial.  A Chapecoense publicou uma nota no Facebook dizendo que não faria declarações oficiais enquanto as autoridades colombianas não prestassem todas as informações. O prefeito de Medellin confirmou as mortes e cinco sobreviventes que estão sendo atendidos em hospitais da região. As causas do acidente ainda não foram divulgadas. Este é o maior acidente aereo com delegação esportiva do Brasil. 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!