GALO, O TIME DO IMPOSSÍVEL. PORQUE NÃO ACREDITAR?
28/11/2016 16:26 em Colunistas

Por: Guilherme Souza

Fala amigos da Rádio Barreiro!

 

              Quantas vezes o Atlético fez o impossível no futebol?! Inúmeras vezes. Porque não mais uma vez? É bem verdade que desta vez, caso aconteça a reviravolta, será a maior das viradas, na minha humilde opinião. Primeiramente por ser fora de casa e pela acachapante derrota que o Atlético sofreu em seus domínios.

              O Atlético precisará nesta quarta-feira, ser mais que foi diante de Newells Old Boys, diante de Olímpia e por último, diante de Corinthians e Flamengo, embora a diferença contra seja a mesma, dois gols de diferença.. A "peleia" agora, usando o vocabulário gaúcho, aproveitando a oportunidade, é na casa do adversário. E se não bastasse, será com mais de 50 mil torcedores em desfavor. Uma parada bastante difícil, mas não impossível, principalmente, se tratando de Atlético.

              E além de ser melhor e mais do que foi nas outras decisões onde precisava do mesmo placar, o Atlético precisará mudar sua postura drasticamente. A apatia, o apagão, a falta de motivação, a impressão de disputa de um rachão de fim de treino, que foi passada semana passada no Mineirão, tem de ser apagada da história do Atlético e mudada nesta quarta. Não se joga sem vontade nenhum jogo, que dirá, uma final de título nacional.

              A cara do Atlético começa a ser mudada, porque terá em seu comando, o técnico do time júnior, Diogo Giacomini, que dirigiu a equipe em outras oportunidades de demissões de técnicos. Alguém que conhece o clube e pode motivar seus comandados.

            Portanto, é difícil, mas difícil até a bola rolar, não existe impossível no futebol. Aguardemos esta quarta. Quem sabe, mais uma página de desafio ao impossível será escrita na história do Atlético.

             Forte abraço à todos.

 

              

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!