Volume
Redes
Sociais
Rodada 37: Os mineiros estão clamando pelo fim do Brasileirão 2016
28/11/2016 - 2h16 em Esporte

Por Vinícius Silveira

Alô amigos da Rádio Barreiro. No último final de semana, a bola rolou pela rodada 37 do Campeonato Brasileiro, a penúltima da competição. Entre outros fatos, a confirmação do título brasileiro por parte do Palmeiras. Para os mineiros, nenhuma vitória. O Atlético perdeu para o São Paulo, em casa, por 2 a 1. O Cruzeiro foi a Porto Alegre e deu uma sobrevida ao Internacional, 1 a 0 para o colorado. Já o América quase ganhou, mas acabou cedendo o empate ao Sport, 2 a 2.

Sobre o jogo do América, o técnico Enderson Moreira escalou o que tinha de melhor no elenco, após as dispensas de seis jogadores. Mesmo com o elenco esfacelado, o Coelho jogou bem e conseguiu encarar o Sport Recife com muita coragem de vencer. 

Embora tenha saído atrás no marcador, o América conquistou a virada no marcador e era merecedor dos três pontos. Porém, após a expulsão do jovem Makton, por pura inexperiência, o Sport pressionou e teve resposta com o empate. É com atuações como esta que o torcedor americano vai percebendo que o Coelho iniciou o trabalho para a Série B de 2017.

***

Com uma semana cheia de dores de cabeça, o Atlético entrou em campo contra o São Paulo com um time mais do que alternativo. É reserva mesmo. O técnico Diogo Giacomini apostou nos jogadores que tinha e escalou o Galo para encarar o Tricolor do Morumbi. Mais qualificado técnica e taticamente em seu elenco, o time paulista se portou melhor na maior parte do jogo. 

O Galo saiu na frente com Hyuri, mas levou o empate após cobrança de falta por Maicon. Na etapa final, um jogo feio, fraco, que deixou boquiaberto uma parcela grande de presentes ao Estádio Independência, teve seu desfecho com o gol de Gilberto, que deu a vitória ao São Paulo.

Convenhamos, o Diogo Giacomini não iria fazer milagres com pouco tempo no comando técnico profissional. O desentrosamento, aliado a deficiência técnica de jogadores como Edcarlos, Patric e Clayton, não deixariam esperanças quanto a um resultado positivo. No entanto, reforça a necessidade da diretoria atleticana tomar uma decisão e reformular o elenco para 2017.

***

O Cruzeiro encarou um desequilibrado Internacional, e perdeu por 1 a 0, com um golaço do meia Valdívia. O resultado dá uma sobrevida ao Inter, que agora torce como nunca para o Coritiba vencer o Vitória, hoje (28), no complemento desta rodada. 

Ouvi de torcedores que o Cruzeiro poderia ter "entregue" o resultado para o Internacional, visto que o time celeste desperdiçou oportunidades de marcar gols. Não acredito nesta hipótese, como também afirmo que tantas chances perdidas é um claro sinal de deficiência técnica.

O Internacional, hoje treinado pelo Lisca "doido", pode ter trabalhado o time nas partes técnica e tática. Porém, esqueceu-se de cuidar do psicológico dos jogadores colorados, que demonstraram desequilíbrio dentro de campo. Sorte gaúcha pelos lados do Beira-Rio que a vitória veio, para aliviar as tensões no Inter. 

Futebol pelo Brasil

O Palmeiras confirmou matematicamente o nono título brasileiro de sua história ao vencer a Chapecoense - com a cabeça na final da Sul-Americana - por 1 a 0. A equipe palmeirense treinada por Cuca realizou uma campanha irretocável, com vitórias expressivas, atuações de encher os olhos, além de um elenco qualificado, sem grandes estrelas, que foi patrocinado pelo presidente Paulo Nobre, e o diretor de futebol Alexandre Mattos. 

Méritos ao técnico Cuca, que merecia a conquista de um Campeonato Brasileiro, já que o vice conquistado em 2012 ficou entalado na garganta. Menções devem ser feitas também ao presidente Paulo Nobre, que apostou no time de todas as formas possíveis, não apenas financeira, mas com um bom administrador que é. 

Em especial, o diretor de futebol Alexandre Mattos deu mais uma aula de como se faz futebol. Tricampeão brasileiro, já que conquistou dois títulos pelo Cruzeiro, em 2013 e 2014, Mattos foi novamente essencial. Futebol é investir no melhor, exigir a qualidade, mas com muito cuidado para não errar. Em outras palavras, ser diligente e mostrar competência esportiva. 

 

Parabéns, Palmeiras.

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!