TITE DEVOLVEU A ALEGRIA DO TORCEDOR COM A SELEÇÃO
08/10/2016 09:51 em Colunistas

Por Guilherme Souza                            

                                                                                                                               

Quando Dunga deixou o comando técnico da Seleção, por unanimidade do país, Tite foi o escolhido. Depois de tantos anos de hegemonia e glórias, Adenor Leonardo Bacchi parecia ser o salvador da pátria e a única solução para a Seleção Canarinho voltar a ser a tradicional Seleção temida por todos, como sempre foi.

 O primeiro duelo era o Equador na altitude de Quito. Tarefa muito complicada, seguida de um enorme tabu. Difícil? Que nada! Um três a zero vistoso, para animar qualquer brasileiro.

A segunda batalha era a difícil Colômbia, mas desta feita, dentro de casa. Nova vitória, desta vez mais sofrida e suada, um dois a um dentro do limite do que se espera de um Brasil e Colômbia. Confronto que inclusive, decidiu as quartas de final da última Copa do Mundo. Após esse jogo, a animação aumentou ainda mais, sobretudo, pela alavancada de técnica que o time apresentou.

Por último, ontem, uma sonora goleada diante da Bolívia, na bela Natal, para encher os olhos do torcedor. Um cinco a zero "fácil". Partida liquidada ainda na primeira etapa, com quatro gols. O trabalho de Tite já se iguala ao da comissão técnica anterior e o Brasil está a dez pontos da Copa da Rússia de 2018.

 Realmente, sem sombra de dúvidas, Tite é o melhor treinador do Brasil e aos poucos, irá recuperar a nossa querida Seleção.

  

E como disse o grande Wellington Campos, repórter oficial da Seleção, em sua participação na Rádio Itatiaia: "A prioridade é devolver a Seleção para os braços do povo".

 

E isso está acontecendo!

 

 

Um abraço à todos! 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!